quinta-feira, 12 de março de 2009

Receita da telefonia celular ultrapassa o da fixa e chega a 1,66% do PIB


A receita líquida das operadoras de telefonia móvel ultrapassou pela primeira vez a das empresas de telefonia fixa. Segundo estudo divulgado nesta quinta-feira pela FGV (Fundação Getúlio Vargas).

A receita líquida das celulares foi de R$ 48,1 bilhões em 2008, o que equivale a 1,66% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro. Já a das fixas foi de R$ 47,9 bilhões, representando 1,65% do PIB.

"Um dos fatores responsáveis pela ampla disseminação dos serviços móveis no Brasil é a concorrência entre as empresas do setor. A comparação internacional dos índices de concentração no setor de telefonia móvel aponta que o Brasil é um dos mercados mais competitivos do mundo", afirma o estudo.

No ano passado, o valor investido pelas operadoras móveis foi de R$ 9,1 bilhões. De acordo com a pesquisa, a cadeia produtiva da telefonia móvel contribui, direta e indiretamente, com R$ 69,4 bilhões para a economia. Desses, R$ 20,2 bilhões se referem ao pagamento de tributos.

[via Folha Online]

Nenhum comentário: